Com toda certeza você já deve ter ouvido falar sobre as técnicas de Inbound Marketing e a importância de utilizá-lo no marketing digital.

Bom, podemos entender o conceito como uma estratégia inovadora que rompe com o modelo de marketing tradicional, baseado na criação de conteúdo relevante, utilizando táticas online. O foco agora não é realizar ações que atinjam o público em geral, mas sim, atrair e conquistar o público-alvo.

Podemos definir então Inbound Marketing como “qualquer tática de marketing que se baseia em ganhar o interesse das pessoas ao invés de comprá -las” (HubSpot, 2015), diferente do “velho marketing”, que empurra produtos e serviços para os consumidores. O grande princípio do Inbound Marketing pode ser baseado em entregar o conteúdo certo, no momento certo e no lugar certo, fazendo com que as pessoas recebam a informação de uma forma muito mais relevante.

O objetivo então,  é chamar a atenção dos potenciais clientes nos meios digitais, tornando o conteúdo de fácil acesso e conduzindo-os para sua marca.

Várias técnicas podem ser aplicadas para gerar valor e confiança para os consumidores,  sendo essas através de e-books, SEO, infográficos, blogs, vídeos, mídias sociais, fóruns e também o email marketing.

Podemos dividir o processo em quatro ações, como pode-se observar no gráfico abaixo:

Fonte: ODIG. Inbound Marketing. Disponível em: <//odig.net/inbound-marketing/ > Acesso em: 20 junho 2016.

Atrair: O foco é atrair as pessoas certas, criando meios para conquistar a atenção delas, transformá-las em leads e, no futuro, clientes satisfeitos com a marca. O conteúdo de qualidade pode ser disponibilizado através de blogs, mídias sociais e SEO.

Converter: Para transformar usuários em leads, a melhor forma é coletar informações, como nome, email e informações sobre o perfil. Mas é necessário oferecer algo em troca para que o usuário forneça tais informações, como e-books, manuais, informações de conteúdo que agreguem valor. A partir do momento em que você tem essas informações, utilizam-se práticas para converter esses visitantes em clientes como “calls-to-action” (links para dowload) para levar os usuários a preencherem formulários e se cadastrarem em seu site, criando uma lista de contatos.

Fechar: Até agora os visitantes certos tornaram-se leads e a marca possui a principal forma de contato, o email. A partir desse momento, os leads devem tornar-se clientes e existem algumas ferramentas que podem ser usadas nesse processo, como o email marketing e automação de marketing.

Encantar: Após conquistar um cliente, deve-se entender que só porque ele paga pelos seus serviços, não significa que ele não possa parar de comprar seus produtos/serviços. Assim, é necessário um processo de fidelização, criando materiais que satisfaçam suas necessidades, encantando-os para que tornem-se promotores da marca. Quando se produz e entrega o con-teúdo certo, as pessoas absorvem as informações e interagem de maneira eficaz.

Com esses processos e o conteúdo aplicado no lugar certo, para as pessoas certas, você ganha atenção do público alvo, conduz os consumidores para o seu site e faz com que eles tornem-se consumidores do seu produto ou serviço.

O Inbound Marketing é essencial para consolidar as marcas, principalmente no cenário que vivenciamos, onde a internet domina cada vez mais ou os mercados e os consumidores estão cada vez mais exigentes.

Agora que você já conhece as estratégias de Inbound Marketing, o que acha de aplicá-las no Email Marketing e tornar os simples usuários de sua marca  em clientes fidelizados e satisfeitos?